Seguidores

segunda-feira, 27 de junho de 2011

O cinismo do comunista Antônio C. M. Lopes

Numa atitude típica dos que pretendem, sem respaldo nenhum da população, introduzir o comunismo em terras brasileiras, o revisor do Diário da Manhã, Antônio C. M. Lopes, teceu um rosário de críticas à minha pessoa, sem mencionar um único tópico de minhas análises aos métodos e atuação dos partidários do comunismo. Na base do cinismo, afirmou que não foram eles que se engalfinharam em censores do DM. Foram eles sim. Foi um ramo de aluguel do Partido Comunista (PCB) que tentou calar o jornal.

Conhecido entre os colegas da PUC como revoltado sem causa, Antônio Lopes é célebre por tentar impor ideias da esquerda raivosa. Belicoso e portador de um mau hálito insuportável, é considerado um folclórico que se recomenda evitar. Claro que isso não explica sua vocação para distorcer os fatos. Dizer que Lula obteve sucesso na economia por adotar práticas esquerdistas é hipocrisia até os ossos. Ele obteve êxito porque adotou regras da excelência capitalista. Chegou ao extremo de permitir o mais abusivo lucro bancário da história. Inteligente, Lula aprova teses comunistas que afetam outras nações. Para aplacar a birra dos cretinos, abraça Fidel Castro e beija Hugo Chàvez. Fica só nisso. Adotar suas práticas seria jogar o país no atoleiro.

Num ranço característico dos ordinários, Antonio afirma que tenho receio do povo. Não sabe coisa alguma a meu respeito. Mantém inveja até dos meus óculos. Considera errado que eu goste de viagens internacionais e de pratos requintados. E daí camarada? Por mais de 42 anos trabalho de forma árdua – até 14 horas por dia – para me deliciar com o que gosto. Ao contrário da maioria dos “comunas”, não sobrevivo à custa do contribuinte.

O senhor propaga uma farsa quando declara que o relator do novo código florestal defendeu os interesses dos brasileiros. Reafirmo que o comunista Aldo Rebelo agiu em detrimento do meio ambiente e da população. Atendeu interesses de grupos econômicos e de um lobby poderoso. Meu problema não é ser um profissional com traquejo internacional ou realizar entrevistas. Isso me faz conhecedor das táticas da esquerda raivosa e da certeza de que o regime que o senhor defende é ditatorial.

Tanto é verdade que nenhum dos ícones de sua ideologia falida atua aceitando liberdade de imprensa. Quanto a escrever sobre Londres, Amsterdã, Chicago ou Paris, faço com desenvoltura e capacidade. O senhor também já foi beber nas fontes do capitalismo que condena. Faz bem em manter sua filha na Itália e realizar turismo nos Estados Unidos. Mas que não me venha com fingimentos.

Meus doze anos de vida acadêmica foram suados. Sou de família humilde e paguei as mensalidades com muito custo. Não me compare com certos parasitas do movimento estudantil. Gente que recebe os tubos do governo e se transforma em estudante profissional. Convivi durante décadas sofrendo com esses exploradores. Posso comprovar que são os piores alunos e não possuem compromisso com quem urge se graduar.

Quanto aos partidos comunistas serem apêndices do poder, isso é notório. Nem os fanáticos conseguem esconder. Como não possuem votos, se aliam a oligarquias que antes condenavam, bajulam os que criticavam e assim garantem empregos e salários que jamais conseguiriam na iniciativa privada.

Suas críticas pessoais denotam inveja. Incrimina-me por ser bem sucedido. Não tenho culpa se o senhor fracassou no segmento de distribuição de bebidas alcoólicas. Muitos obtiveram êxito. Faça uma visita à minha empresa e questione meus funcionários. Todos, sem exceção, recebem salários e benefícios acima da média e convivem numa atmosfera saudável. Em alguns aspectos assumo a posição de dinossauro. Principalmente no item que os comunistas odeiam: eu acredito em Deus.

Em todo caso, temos algo em comum: estamos no barco do Diário da Manhã. Espero que seus amigos de ideologia jamais consigam êxito alcançando o poder. Espaços como o DM não existem e nunca existiram sob o comando dos esquerdistas. Quanto ao caviar, é uma iguaria gastronômica que cancelei. Os preços subiram astronomicamente depois que certa ala da esquerda assumiu o controle da nação. Estou à sua disposição. Como se apresenta com o título de “questionador das questões sociais”, podemos unir esforços e agir juntos.

Rosenwal Ferreira - Jornalista e Publicitário

twitter: @RosenwalF

7 comentários:

  1. Fernando Tolentno27 de junho de 2011 07:45

    Rosenwal... sou um grande admirador dos seus textos. Parabéns pela sua coerente personalidade.
    Fernando Tolentino. Twitter: @FernandoTolenti

    ResponderExcluir
  2. Prezado Rosenwal,
    parabens por sua análise destes pseudos intelectuais, que recriminam aqueles que árduo trabalho conquistam seu lugar ao sol; e idolatram e "mamam"na fartas tetas do governo as custas do trabalhador honesto. É lamentável mesmo conhecendo outras culturas mundo afora não consegue ao mínimo aprender alguma cultura positiva e mesmo discernimento de honestidade, e crescer sem ter de usar outra pessoa como escada.

    uma abraco

    Irapuan Vargas

    ResponderExcluir
  3. rosenwal...eu concordo plenamente com seus leitores, sou de extrema direita, luto pelo fracasso da democratizacao do Brasil e pertenco a uma classe intelectual que pensa que o mosquito da dengue so pica a classe proletaria e estudantil. mas conforme combinado, quem sabe juntemos nossas ideias e possamos escrever um livro de memorias...as paginas da esquerda eu escrevo em vermelho e as da direita, quem sabe estes senhores possam deixar suas ideias retrogradas em preto...irei ao seu debate sim e tomaremos cafe e wisky, afinal democracia e isso...parabens por sua audiencia e eu vi isso atraves dos inumeros e-mails que recebi, entre eles, o da estudante de publicidade de sobrenome sulamericano que tenho certeza, nunca estudou nem estuda na PUC
    saudacoes
    Antonio Lopes

    ResponderExcluir
  4. http//:huuuuuuuuuuuuuuuummmmmmmmmmmmm

    ResponderExcluir
  5. Olá Rosanval, eu sempre votava no Vereador Fábio Tokarski, porque eu considerava ele um bom estilingue, no entanto, agora sobre a denúncia do Parque Mutirama o tokarski e o PCdoB, viraram vibraças.

    Com isso Tokarki esta fazendo questão de não aperecer para dar explicações e não quiz comentar os fatos envolvendo o seu partido. Talvez o vereador esta comedo de ser derrotado nas urnas nas próximas eleições. Mais pode ter certeza Fábio Tokarski, o povo não vai esquecer dos escandalos envolvendo o seu partido, dando como resposta a reprovação nas urna. E eu serei um deles. Tokarski, Luiz carlos Orro e PCdoB, nunca mais

    ResponderExcluir
  6. Olá Rosenval, parabéns pela suas palavras lúcidas, e que vaz nos refletir sobre a atuação do secretário de esporte da prefeitura de Goiânia e do seu oportunista partido (PCdoB).

    Outra questão que vale ressaltar que o partido do Secretário, até pouco tempo atrás vivia arrotando por todos os cantos, como sendo éticos, e defensores do povo, no entanto não é isso que estamos vendo.

    Outro fato que nos leva a indignar, é que partido do secretário nas últimas eleições teve um dos seus principais lideres (Fábio Tokarski), o diploma de suplente de deputado federal cassado, por ter captação inlícita de recursos durante a campanha eleitoral, e agora, esta vergonhasa licitação, para a compra da Montanha Russa, no parque mutirama.

    Esperamos que o Prefeito de Goiânia, tome providências em afastar da prefeitura, o secretário e demais membros do PCdoB, o mais rápido possível, como resposta a sociedade que esta cansada de tanta falta de vergonha e inresponsabilidades com a administração pública, principalmente, por parte de quem se dizia estar do lado do povo, e que a história prova o contrário, a exemplo do PCdoB.

    ResponderExcluir